ÁREA DO CLIENTE

Esqueceu sua senha?

Notícias

Vizinho do bem

A convivência condominial pode ser um desafio e tanto para os moradores, já que o edifício engloba muitas questões e opiniões diferentes. Por essa razão, resolvemos trazer, na matéria de hoje, dicas para te ajudar a ser um vizinho do bem. Continue lendo e confira!

Pra começar, vale ressaltar que muitos dos problemas gerados dentro dos prédios aumentam (e muito) sua proporção por pura intolerância, egoísmo e falta de empatia. Pensando apenas no seu bem-estar (e de sua família), muitos condôminos não se colocam no lugar do outro.

Viver em sociedade não é, de fato, uma tarefa fácil. Há diversos barulhos que podem incomodar, obras e festas que são feitas, presença de crianças, animais…  Os motivos sempre aparecem, mas é preciso saber lidar com essas situações, com respeito e tolerância.

Vale ressaltar, também, que uma vizinhança amiga só traz benefícios a todos os moradores, já que, com uma comunidade forte e unida, os problemas são mais facilmente resolvidos, pode-se contar com o vizinho em alguma emergência… Enfim, vantagens não faltam!

Confira, a seguir, nossas sugestões para melhorar as relações desse ambiente:

 

  • Aceite as diferenças

 

Como muitas pessoas moram num prédio, há diversas crenças, religiões, times de futebol, personalidades, gostos… É impossível que todos se comportem da mesma forma, por isso, há regras para manter tudo funcionando corretamente. Além de respeitá-las, seja paciente, aceitando as diferenças entre todos.

 

  • Conversa

 

É importantíssimo tentar resolver os problemas de convivência com diplomacia, através de uma boa conversa. Partir para a briga não ajuda em nada – muito pelo contrário. Se estiver difícil chegar num acordo com outro condômino, peça a intermediação do síndico, devendo, sempre, buscar uma solução amigável.

 

  • Fofoca

 

Esse é um problema muito frequente na vida condominial. Evite mal entendidos e problemas maiores falando da vida alheia. Não faça comentários do tipo “esse vizinho é bom, esse é ruim”, e, muito menos, espalhe boatos ou notícias sobre os demais moradores.

 

  • Gentileza

 

Pequenas atitudes, como dar “bom dia”, “boa tarde” e “boa noite” são essenciais na relação entre vizinhos. Da mesma forma, outras como segurar a porta do elevador para os vizinhos e avisá-los sobre uma obra que será feita na sua unidade, desculpando-se previamente pelo incômodo, contribuem para um clima mais agradável.

 

  • Ofereça ajuda

 

Quando notar que algo está errado com seu vizinho, vá até lá e ofereça ajuda. Evite reclamar, julgar ou criar confusões. Estenda a mão, tentando achar uma solução para aquele impasse.

Nós garantimos que, aplicando essas dicas no seu condomínio, ficará mais fácil manter a paz e a boa convivência. De qualquer forma, independente da situação que ocorrer, sempre devem prevalecer o respeito e o bom senso. Aproveite para compartilhar esse post com seus vizinhos!