ÁREA DO CLIENTE

Esqueceu sua senha?

Notícias

Segurança ao comprar imóvel, só com corretor

Quando alguém decide adquirir ou alugar um imóvel é necessário apenas um interessado e um proprietário, certo? Errado. Em qualquer transação imobiliária, o corretor de imóveis é o profissional habilitado para garantir a segurança jurídica e realizar a negociação de maneira que nenhuma das partes tenha dor de cabeça no futuro.

Apesar de as normas que regem a profissão serem de 1978, foi em 27 de agosto de 1962 que houve a primeira regulamentação. Por isso, no próximo domingo é comemorado o Dia do Corretor de Imóveis.

O presidente do Sindicato dos Corretores de Imóveis do Estado de Minas Gerais (Sindimóveis/MG), Paulo Dias, enfatiza a importância de a pessoa comprar, vender ou alugar um imóvel com o auxílio de um profissional que tenha registro no Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci).

“O profissional que tem a responsabilidade dentro da lei, do Código Civil, é o corretor de imóveis. Queremos mostrar para a sociedade o perigo que há ao não comprar a casa ou o apartamento junto a um corretor. É igual quando você vai construir um prédio e precisa contratar um engenheiro”, diz Paulo.

Para o presidente, outra questão importante é que o corretor, ao realizar o negócio, assume a responsabilidade civil e criminal, caso algo dê errado. Atualmente, com a queda nas transações envolvendo imóveis, o número de corretores em Minas diminuiu bastante.

“Na situação que estamos passando no nosso país, não só na política e na economia, mas em relação à criminalidade, quanto mais as pessoas procurarem um profissional sindicalizado, credenciado, melhor” Paulo Dias

No entanto, o presidente ressalta que essa redução não trouxe malefícios, mas pode ajudar o setor a sair da crise. “Quem está ficando no mercado são pessoas mais qualificadas. Inclusive no próprio sindicato temos cursos para capaci-tação e qualificação. É um mercado dinâmico, tem que estar sempre atualizado, lendo. Temos cursos, por exemplo, de avaliação de imóveis, documentação, direito imobiliário, locação e administração de imóveis”, explica.

Reivindicações

Atualmente, a categoria trabalha em duas frentes. Uma delas é para que na escritura dos imóveis conste o número do Creci do profissional responsável por realizar a transação. A outra é para que os corretores tenham direito a desconto na compra de automóveis, já que o utilizam como ferramenta de trabalho. “É muito bom para todo mundo ter um responsável na escritura”, argumenta Paulo Dias.

 

Fonte: Hoje em dia