ÁREA DO CLIENTE

Esqueceu sua senha?

Dicas

Planeje sua decoração de Natal

Guirlandas, enfeites, pisca-pisca e a tradicional árvore; deixe sua casa linda para a chegada de papai noel

A tradição cristã diz que árvore e enfeites natalinos devem ser montados no primeiro domingo do advento, ou seja, quatro domingos antes do Natal (este ano cai dia 1 de dezembro), nascimento de Cristo. Mas a verdade é que lojas, shoppings e até casas costumam começar bem antes a decoração de Natal. Seja lá qual for a data escolhida, a nossa dica é que você planeje sua decoração de natal com antecedência e acerte nas escolhas.

“Para quem gosta de criar novidades na decoração de Natal, o ideal é se antecipar nas compras. Quanto mais perto da data, mais caros ficam os itens. Com antecedência, a pessoa terá o tempo necessário para pesquisar tendências e, principalmente, preços, diz a arquiteta Carina Pederzoli, do escritório Dos Mundos.

A arquiteta Juliana Atti ressalta que momento é de reaproveitamento, sustentabilidade. Por isso, não tem problema usar alguns enfeites do ano anterior. Mas, segundo ela, com um pouco de criatividade é possível criar uma decoração de Natal linda sem gastar muito.

“As taças de vinho, por exemplo, viradas com a boca para baixo, podem se transformar em lindos suportes de vela. As pinhas naturais podem receber laços, alça e virar o adorno da árvore. Vale investir em guardanapos temáticos, ou mesmo amarrar o guardanapo de pano com uma fita com motivos natalinos”, opina.

O arquiteto Rodrigo Amaral orienta a inovar nos detalhes mais simples e baratos, como laços de fita, capas de almofada, mantas de sofá e velas. Trocar o tom desses itens pode transformar a decoração de Natal sem que seja necessário mudar tudo.

“Centros de mesa são itens fáceis de criar novos a cada ano. Você pode transformá-los simplesmente trocando a base. Usou aquela bandeja de madeira no ano passado? Troque pela de prata ou use uma boleira de vidro”, diz o arquiteto.

Árvore, símbolo maior na sua decoração de natal

A árvore de Natal é o maior símbolo da festividade e está presente na maioria dos lares. Juliana afirma, porém, que é possível substituir o tradicional pinheiro por uma “árvore comestível”, empilhando doces em forma de cone, ou uma “árvore da sabedoria”, colocando livros em formato circular na base e ir afunilando até chegar no topo.

“Pode ser, ainda, uma árvore iluminada, basta desenhar, com as tradicionais luzinhas de natal, o formato da árvore em uma parede e prender os fios com fita dupla face ou cola quente. Para quem preferir não usar árvore, a dica é decorar com presépios, guirlandas, porta-velas e muita iluminação”, ensina a arquiteta.

Tendências

As cores tradicionais são sempre atuais e têm significado especial para a época. O vermelho lembra papai noel e representa o amor. O verde significa esperança e resiliência. O branco remete à neve presente em alguns países no Natal e representa a paz e a pureza da época. O dourado lembra a estrela guia e traz sofisticação à decoração.

“Mas outras cores são bem-vindas. Crie, ouse, sempre pensando na decoração do restante da casa para não causar conflito. Vemos muitos enfeites rústicos como tendência, em corda, madeira e tecido. Mas o brilho é sempre tendência”, diz Amaral.

A arquiteta Juliana Atti explica que temas inusitados estão aparecendo este ano, entre eles o flamingo, o unicórnio e as candy colors. Ela também lembra da decoração em estilo escandinavo, mais minimalista e natural.

“Com relação aos enfeites, os mais tradicionais são as bolas, os anjinhos e os laços, mas podemos encontrar no mercado alguns bem divertidos, como a figura do papai noel em trajes de banho, comendo doces. O importante é que a decoração de Natal seja agradável aos olhos e condizente com o tamanho do ambiente”.

Via ZAP em Casa