ÁREA DO CLIENTE

Esqueceu sua senha?

Notícias

História dos Bairros: Lagoa

A Lagoa Rodrigo de Freitas, que deu nome ao nosso bairro de hoje, é uma área muito procurada pelos cariocas para a prática de esportes e lazer. O bairro tem mais de 20 mil moradores, média considerada baixa, pela extensão do local. Por ter tantos parques e áreas de preservação ambiental, não é tão populoso.

É um bairro nobre, residencial, de classe média-alta e um dos mais valorizados da Cidade Maravilhosa. Além da falta de terrenos para novas construções, a ausência de comunidades carentes tão perto acaba valorizando as moradias do bairro, elevando os preços. O comércio é formado por, basicamente, restaurantes.

Falando de sua história, era, inicialmente, habitado pelos Tamoios. Com a chegada dos portugueses, passou a ser lugar de plantio de cana-de-açúcar, com a montagem do Engenho d’El-Rey – onde, atualmente, está o Centro de Recepção aos Visitantes do Jardim Botânico.

Depois, essas terras ficaram com o vereador Amorim Soares, e então, a região passou a ser chamada de “Lagoa de Amorim Soares”. Ele foi expulso da cidade em 1609, e, com isso, as terras foram vendidas para Sebastião Fagundes Varela, alterando-se o nome para “Lagoa do Fagundes”.

Em 1702, a bisneta de Fagundes, Petronilha Fagundes, casou-se com o jovem oficial da cavalaria portuguesa, Rodrigo de Freitas de Carvalho, mudando, novamente, o nome para “Lagoa Rodrigo de Freitas”, nome preservado até os dias atuais.

Depois que Rodrigo se mudou para Portugal, a região ficou nas mãos de arrendatários de pouca expressão, até o início do século XIX, quando a Família Real chegou ao Brasil e o príncipe-regente desapropriou o Engenho da Lagoa, construindo, no local, uma fábrica de pólvora e o Real Horto Botânico – atual Jardim Botânico.

Em meados do século XX, a lagoa foi, em parte, aterrada (com o tempo, foram surgindo aterros às margens da lagoa, reduzindo o espelho d’água). Surgiam, então, entre outras construções, o Jockey Club Brasileiro, o Jardim de Alah e o Clube Naval na ilha do Piraquê.

Entre os atuais pontos de destaque do local está, é claro, a prática de esportes aquáticos (como o remo) na lagoa, além do passeio de pedalinho. Em seu entorno, uma ciclovia pavimentada anima praticantes de ciclismo, caminhadas e corridas. Outros pontos de interesse são o Jardim Botânico e o Parque Lage.

Além disso, alguns dos clubes mais importantes da cidade estão no bairro, como o Jóquei Club Brasileiro, o Clube Naval, Clube dos Caiçaras, Clube de Regatas do Flamengo, e as sedes náuticas do Club de Regatas Vasco da Gama e do Botafogo de Futebol e Regatas.

Durante a época do Natal, a famosa árvore de Natal é montada, desde 1996, bem no meio da Lagoa Rodrigo de Freitas, tornando-se mais um atrativo para o bairro e um point da cidade.

Agora que você já sabe tantas informações sobre esse bonito e amigável bairro do Rio de Janeiro, que tal reservar um dia para fazer alguns passeios pela região?! Com certeza, lugares bonitos para ver a atividades ao ar livre para fazer com toda a família não faltarão!